Qual é o momento certo para procurar ajuda psicológica?

Existem momentos na vida em que nos deparamos com situações as quais não temos, ou perdemos a habilidade de lidar de forma adequada com eventos do cotidiano. Seja na infância, adolescência, fase adulta ou mesmo na melhor idade, sempre temos questões a solucionar, e muitas vezes nos encontramos perdidos quanto a qual o melhor caminho a se tomar. 

        "Essas situações são inerentes a qualquer pessoa, de qualquer classe social. O problema é quando essas questões começam a interferir nas áreas de nossa vida, ao ponto de trazer prejuízo de alguma forma. Podemos considerar uma fórmula simples para identificar quando algo está merecendo uma atenção especial, o FIDI." 

FIDI é uma sigla para "frequência, intensidade, duração e interferência". Avaliando a frequência em que um determinado comportamento ocorre, já podemos ter uma certa noção do prejuízo que ele pode estar causando. Nesse momento vale lembrar o velho ditado que diz "tudo o que é demais faz mal", até mesmo a água que alivia a sede, em demasia pode nos afogar. Podemos considerar que em determinados momentos da vida, circuntâncias comuns podem nos trazer desânimo suficiente para que deixemos de fazer coisas do cotidiano como ir ao mercado. Mas se isso se tornar algo corriqueiro, estaremos perdendo autonomia para executarmos nossas atividades diárias.

E como podemos avaliar a intensidade do comportamento, pensamento ou sentimento em questão? 

Aproveitando o exemplo acima, podemos considerar que o mesmo medo que nos traz prudência para tomarmos precauções ao sair na rua, em uma escala maior, pode nos tornar prisioneiros de nós mesmos, impedindo uma simples ida ao mercado.

Mas quanto a duração, como podemos utilizar esse elemento para traduzir um problema real? 

Aqui, um exemplo sim pode ilustrar essa questão. Lavar as mãos é um ato de higiene, mas passar duas horas fazendo o mesmo já sinaliza um problema.

Passando por todos esses quesitos, a interferência se torna algo evidente. Tudo aquilo que interfira de forma a causar algum tipo de prejuizo, seja em nossa vida social, acadêmica, laboral ou pessoal deve ser notado préviamente a fim de evitarmos problemas maiores.
Então unindo esses quatro conceitos temos uma fórmula simples para identificar quando algo em nossa vida está nos tirando do rumo que desejamos caminhar. É aqui que o psicólogo entra.

        "Deixando a métrica de lado, o psicólogo é aquele que vai te ajudar a atingir seus objetivos. Aquele que em paceria contigo vai lhe ajudar a desenvolver as habilidades que você tanto anseia. Mesmo que algo não esteja efetivamente trazendo prejuízos a sua vida, pense em quais são as suas metas, o que você considera ser de seu merecimento que ainda não conseguiu alcançar. Você merece ser menos ansioso? Menos depressivo? Merece ter um bom relacionamento? Quer estar bem consido mesmo, administrar todas aquelas situações que aparecem de forma inesperada? Quer melhorar sua auto-estima? Então essa é a hora."

A psicoterapia oferece uma oportunidade única de: ampliar e melhorar relacionamentos existentes e desenvolver habilidades para novos relacionamentos; aprender novos comportamentos; compreender sinceramente seus sentimentos e pensamentos sem julgamento; compreender os pensamentos, sentimentos e comportamentos dos outros; receber apoio emocional; e uma infinidade de outros benefícios, todos aplicados a aumentar a sua qualidade de vida.

Situações como: fim de relacionamento; início de novas atividades profissionais; dificuldade em se colocar assertivamente diante de colegas de trabalho; dificuldade em tomar decisões; medo de falar em público; medo de dirigir; traumas; dificuldade em lidar com provas de vertibular ou concurso; falta de motivação ou energia; dentre outras. Enfim, tudo aquilo que lhe cause fragilidade emocional ou comportamental, pode e deve ser acompanhado por um psicoterapeuta. A terapia é um momento em que você se permite ir de encontro ao seu eu, permitindo desenvolver o melhor de si para sua vida e seu futuro.

“Saber lidar com o estresse da vida moderna significa estar preparado para o mundo corporativo e demonstra maturidade profissional”

O estresse prolongado, sem o devido tratamento, pode ser responsável ainda por uma ampla variedade de problemas como: aumento da acidez no estômago, podendo criar úlceras e gastrites; insônia; alteração da circulação sanguínea; propensão a problemas cardíacos; prisão de ventre; depressão; ansiedade; irritabilidade; hipertensão; etc.

Você sendo um empresário, geralmente precisa lidar com áreas diversas como a produção, o marketing, vendas, contabilidade, etc. Enquanto gerir todas essas tarefas é algo fundamental para o seu negócio, estar em excelentes condições para dar conta de todas essas responsabilidades se torna ainda mais importante para alcançar bons resultados.

A forma de encarar as demandas do dia a dia, altera completamente o modo como nosso organismo reage. Se a pessoa compreende a situação como um problema, isso será altamente prejudicial, mas se ao invés disso ela perceber como um desafio, provavelmente os resultados serão mais produtivos.

Para evitar o estresse, em um primeiro momento, é preciso identificar o que está causando o problema e destacar os pontos que geram a causa. Com essa informação em mãos, o empresário  pode definir como lidar com a situação. Em casos onde a equipe inteira estiver estressada, o líder precisa com urgência poder sanar a situação de forma que o equilíbrio retorne ao convívio de todos. é sempre importante preparar melhor a equipe para lidar com as possibilidades presentes no negócio para que toda adversidade se transforme em oportunidade.

Aqui vão algumas sugestões para manter o seu negócio produtivo e manter o equilíbrio para administrá-lo:

1 – Defina suas prioridades: Saber valorar cada tarefa do seu dia a dia de forma adequada, ajuda a evitar distrações que possam prejudicar o andamento do seu negócio.

2 – Reavalie a sua agenda: Saiba identificar o que realmente é importante para você realizar nos próximos meses. Trabalhe com planejamentos semanais. Lidando com metas menores, você terá mais facilidade em administra-las. Use suas prioridades.

3 – Defina o tempo certo para cada coisa: Determine os horários que você irá utilizar para o trabalho e os horários que você dedicará à sua casa. Planejar adequadamente seus horários, fará você priorizar o seu tempo, delegando funções desnecessárias, mantendo o seu trabalho em andamento e permitindo ainda aproveitar momentos de laser com a sua família.

4 – Separe o joio do trigo: Para se manter dentro do planejamento de suas prioridades e tempo, é fundamental reconhecer atividades que possam te distrair de seus objetivos. Tentar abraçar o mundo, geralmente faz com que nada saia bem feito. Saber recusar atividades, convites, projetos ou pedidos que tomem o seu tempo e não estejam dentro de sua gama de prioridades é essencial para não se perder no caminho.

5 – Não faça tudo sozinho: Saber delegar funções é uma tarefa importante dentro de qualquer departamento na empresa. A função do empresário é usar seu tempo para desenvolver novos mercados, criar estratégias, reduzir custos e conduzir seus funcionários. Reconheça suas reais atribuições dentro da empresa e delegue funções secundárias ou rotineiras. Aquilo que puder ser feito sem a sua presença, pode ser repassado para aumentar o rendimento do seu tempo.

6 – Não justifique: Justificar ausências, falhas ou atrasos no cumprimento do seu planejamento, seja na vida pessoal ou profissional, é uma armadilha um tanto quanto perigosa. Eventos ocasionais que efetivamente estiveram fora de seu controle podem e devem ser utilizados como aprendizado para aumentar sua eficiência em uma situação futura, mas criar desculpas que permitam falhas no andamento de seu cronograma é determinar o fracasso.

7 – Aproveite o dia: Ter momentos longe da empresa que lhe permitam esquecer dos problemas do cotidiano são uma ótima estratégia para o sucesso. Frequente uma academia, faça uma natação, jogue golfe, tênis, cuide dos seus momentos de laser. Se você consegue sair de férias com sua família, é sinal de que a sua empresa está no rumo certo e funcionando bem para você. Saber relaxar a mente é de suma importância para a produção de novas ideias. Você nunca se deparou com um problema que não encontrava a solução, até que desistiu e no meio de uma outra tarefa qualquer a resposta veio a sua mente como mágica? Insistir em um pensamento ou questão por muito tempo, exaure a mente e ofusca o raciocínio.

8 – Planeje a aposentadoria: Tenha como meta, mesmo que a longo prazo, trabalhar menos horas por ano. Garantir que o retorno de seus esforços rendam bons frutos no futuro, é uma boa motivação para cumprir com suas atribuições.

9 – Esteja motivado: Compreender o que motiva seus projetos, quais são seus sonhos e objetivos a curto, médio e longo prazo, se torna uma fonte valiosa de energia para superar as pressões do dia a dia. Visualize os resultados que tanto almeja, se for um carro, pense em sua cor, itens opcionais que gostaria de incluir, se for uma casa, onde ela estaria, quantos cômodos tem, tem piscina, churrasqueira? Faça esse exercício para cada um dos seus objetivos e se necessário, deixe uma cópia descritiva perto de você, para servir de apoio quando estiver cansado.

10 – Mantenha os pés no chão: Planejar o futuro é importante, conhecer suas prioridades, objetivos, sonhos, tudo isso é fundamental, mas mais importante ainda é estar no presente para realiza-los. Na maioria das vezes que ficamos ansiosos por alguma coisa, estamos antecipando questões que ainda não ocorreram. Ter a mente no presente, além de evitar o estresse gerado pela ansiedade antecipatória, nos permite gerenciar o único momento que temos para garantir que o futuro nos traga bons resultados, o agora.

Sempre que necessário, busque a orientação de um psicólogo para lhe ajudar com as suas dificuldades, ele poderá facilitar todo o processo descrito acima e ir mais além. Buscar ajuda psicológica para momentos de estresse e tensão é sempre um facilitador que permite encontrar bons resultados de forma mais rápida e sempre com melhor qualidade. Pense nisso.


Psicólogo | Psicologia | Bruno Moraes | Mogi das Cruzes

Bruno Moraes – Psicólogo Comportamental Cognitivo
CRP: 06/119065
Atendimento especializado em terapia comportamental cognitiva para jovens e adultos.


Dúvidas ou comentários sobre o artigo? Fale com a gente!

Onde Estamos

Endereço: Av. Manoel Alves, 26 / Bras Cubas / Mogi das Cruzes, SP.
Email: contato@cedemmogi.com.br
Fone: (11) 4738-1042